16 curiosidades incríveis sobre a famosa cebola do Outback

cebola-do-outback

A famosa cebola do Outback conquistou o mundo e se tornou o principal ícone da marca. Nesse artigo você vai descobrir 16 curiosidades sobre a dourada Blooming Onion, incluindo as controversas da sua criação.

cebola-empanada-do-outback
Cebola empanada do Outback | Imagem: Reprodução

1 – A cebola do Outback é ícone da rede há 30 anos

A primeira curiosidade é que o Blooming Onion é o símbolo da rede desde o ano de sua inauguração, em 1988 nos Estados Unidos. Durante todos esses anos ela continua sendo o maior sucesso da marca e o produto mais vendido. Estima-se que 1 em cada 4 pedidos da rede seja uma cebola empanada do Outback.

Leia também: Como conseguir comida de graça em 4 redes de Fast-food

2 – A receita original da flor de cebola

Apesar de ter inspirada muitas sósias, há apenas uma original. De acordo com a marca, a versão original do aperitivo é a mesma desde a sua criação de 1988.

cebola-gigante-outback
Cebola gigante do Outback | Imagem: Reprodução

3 – Quando a cebola do Outback chegou ao Brasil

O prato só chegou ao Brasil em 1997, juntamente com o restaurante. Desde esse ano a rede de fast-food não para de crescer.

4 – As cebolas ficam imersas em água e gelo

Antes do preparo, a cebola do Outback precisa ficar de molho em água com gelo por 4 horas até suas pétalas se abrirem totalmente. A partir desse momento é dado continuidade ao preparo da cebola dourada.

agua-com-gelo
Imagem: Ahanov Michael/Shutterstock

5 – O cortador idolatrado: “Glória”

Você já deve ter notado que as pétalas das cebolas são perfeitamente cortadas, isso por que eles possuem um cortador especial.

Antigamente, as cebolas do Outback eram cortadas a mão com o auxilio de uma faca, uma a uma. Só depois de longos anos que o cortador próprio para as cebolas gigantes foi criado.

Finalmente, a ferramenta chegou e foi muito bem aceita pelos funcionários da rede, os outbackers, devido a sua facilidade comparada ao método antigo. Eles consideraram que a rapidez que ganharam com o novo método era uma “glória”, por isso esse foi o nome dado.

gloria-cortador-outback
Cortador Glória | Imagem: Reprodução Outback

“Glória” também significa “agradecer” em latim. Agora, graças a ele os cortes de cada cebola é feito em menos de 1 minuto.

O equipamento possibilitou que 40 milhões de cebolas Outback fossem servidas nos restaurantes de 2012 a 2015.

6 – A inspiração da cebola do Outback

A formato da cebola do Outback é inspirado em uma flor australiana, a Waratah. Essa bela flor geralmente tem cor avermelhada, floresce na primavera e mede até 15cm de diâmetro. Além disso é uma das plantas nativas australianas mais conhecidas.

waratah

7 – Ela pode ser menor do que você imagina

Assim que a cebola Outback foi lançada, os veículos de comunicação informaram que o aperitivo servia 6 pessoas. Apesar de provavelmente você escolher não comer uma sozinho devido às suas 1.950 calorias, dividir uma Bloomin Onion para seis não parece ser uma boa ideia.

Contudo, apesar de parecer deliciosa, o tamanho da porção pode ser menor do que você imagina. Nos conte nos comentários se você se surpreendeu com a dimensão do aperitivo.

tamanho-cebola-outback
Tamanho cebola Outback | Imagem: Reprodução

8 – Quantidade de pétalas de cada cebola dourada

Cada cebola do Outback possui cerca de 200 pétalas crocantes. Imagina se não existisse o glória?

cebola-outback-preparo
Imagem: OutBackstage

9 – Significado em inglês

O termo Bloomin Onion em inglês significa literalmente “cebola desabrochando”. E não é que é mesmo?

10 – Plantio da cebola gigante

A cebola gigante é cultivada em vários países além do Brasil. Outros exemplos de lugares com clima propício à produção incluem Espanha, Chile, Brasil, Estados Unidos e China. Resumidamente falando, elas gostam de clima quente e seco.

11 – O molho secreto da cebola do Outback

A cebola acompanha um molho exclusivo do Outback chamado de Bloom que é preparado a partir de raízes fortes.

12 – Outback Bloomin’ Day

Desde 2003, todo ano a rede Outback oferece um dia especial, o Outback Bloomin’ Day. A ação reverte todo o valor líquido arrecadado com a venda da cebola gigante Bloomin’Onion para as atividades de uma instituição. No Brasil, o evento solidário costuma acontecer em outubro.

outback-bloomin-day

13 – Chrissy Teigen é uma fã da cebola dourada

Em 2017, a modelo tuitou sobre querer aprender o truque para fazer a cebola do Outback em casa. A rede de restaurantes viu o seu apelo e Teigen e John Legend acabaram ganhando uma aula particular no Outback. Se existe alguém que pode replicar uma cebola Bloomin Onion em casa, é ela.

chrissy-teigen

14 – De fato não é uma comida australiana

Apesar da forte temática australiana da Outback, nem todos os seus pratos são inspirados nas tradições do país. Por isso, se você está planejando uma viagem pra Austrália, esqueça a ideia de encontrar alimentos fritos parecidos na viagem.

Por outro lado, o aperitivo frito é um conceito bastante americano.

15 – Os fundadores do Outback nunca foram pra Austrália

australia
Imagem: Shutterstock

Sim, esse fato curioso é mais sobre a própria Outback do que a Bloomin Onion em si. Mas se você quer saber mais sobre o distanciamento da cebola famosa e o país, Rodell escreveu para o LA Weekly que os fundadores do restaurante nunca visitaram a Austrália antes de abrir a rede.

16 – Controvérsias na criação da cebola famosa

Apesar do Outback afirmar que inventou a fórmula de sucesso, há controvérsias a respeito da sua criação.

No decorrer da história, o conceito de pétalas de cebola apareceu pela primeira vez no menu do Scotty’s Steak House – agora Scotty’s Pub e Comedy Cove – em Springfield, New Jersey nos anos de 1970. O “Onion Blossom”, completo com “um molho picante de pétalas do Texas”, ainda está no menu – e custa US$ 7,50, menos do que você pagaria por uma cebola Bloomin’.

Uma pesquisa da Foodbeast relatou que o Bloomin ‘Onion foi inspirado em “um prato de Nova Orleans”, então suas origens não são totalmente claras.

Fontes: Eatthis, OutBackstage